quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Devo treinar até a falha?


Treinar até a falha? No que isso resulta?!

Ainda não está definido se treinar até alcançar a falha leva a ganhos superiores quando comparados aos treinos que não chegam até falha. Com essa dúvida, um grupo de estudo australiano (Davies, 2015) fez uma meta análise para ver qual treino era mais eficiente no aumento de massa muscular e força.

A análise mostra que os ganhos são bastante similares em ambos os tipos de treino, entretanto, os treinos que não chegavam à falha momentânea apresentaram ganhos de força e massa muscular ligeiramente maior.

Os autores não descartam o uso do treino até a falha, mas alertam para o volume de treinamento, que deve ser realizado com moderação, buscando evitar os riscos de lesões e overtraining.

Jenkins (2016) comparou e também encontrou resultados similares em ambos os tipos de treino.

Fisher (2015) também comparou o efeito de ambos os treinamentos e encontrou resultados parecidos: aponta que o treino que não chega à falha momentânea gera o mesmo resultado do treino que alcança a falha momentânea.

Porém, o autor propõe os treinos que chegam à falha como uma estratégia tempo-eficiente, fazendo com que o indivíduo realize menos séries e obtenha resultados semelhantes.

Está com o tempo curto para treinar? Aí está uma estratégia. Converse com um professor de Educação Física.


Para baixar nosso e-book grátis com dicas de sucesso para a reeducação alimentar, clique aqui.
Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver mais sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver mais sobre receitas fit, clique aqui. 
Personal Trainer e Mestrando em Bioquímica do Exercício
Apaixonado em endorfina e transformar corpos!
@taynanluchi

5 comentários:

  1. Boa noite,
    Se possivel gostaria de ver os artigos e estudos de referencia para essa materia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria legal se você deixasse o email para que eu encaminhasse. É possível?

      att
      Taynan

      Excluir
    2. Bom sim posso deixar o e-mail, mas creio que ficaria mais legal colocar como link, na matéria, pois assim todos podem ter acesso ao conhecimento e suas interpretações.

      Excluir
  2. PENSANDO DESTA FORMA, ONDE PODEMOS ENCONTRAR ESSAS REFERÊNCIAS?
    DEIXE VOCÊ TAMBÉM O EMAIL PARA CONTATO!!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, meu querido, já solicitei a referencia, e como você é um pesquisador da área, poderia colocar na pagina as suas referencias, e não vejo a necessidade de colocar meu e-mail aqui, já que tal informação a qual você divulga é respaldada e ou faz uma citação direta ou indireta, nao vejo o porque de não colocar o link para que possamos ter acesso.
    Grato ;
    Felipe

    ResponderExcluir