sexta-feira, 6 de maio de 2016

Emagrecer para hipertrofiar ou hipertrofiar para emagrecer?



A maioria das pessoas que frequentam academias, provavelmente, em algum momento já escutaram as seguintes frases: “Se você quer emagrecer, tem que treinar com cargas mais baixas e fazer mais repetições. 3x15 é o ideal.”, “Quem quer ganhar massa muscular faz sempre de 8 a 12 repetições.”, “Primeiro você tem que emagrecer para depois ganhar massa muscular.” e por ai vai...
Mas será mesmo que isso tudo é verdade? Será que se eu quiser emagrecer e fizer 10 repetições, vai ser perda de tempo? Será que eu preciso emagrecer para hipertrofiar, ou o contrário?

A resposta é, com certeza, não! E para justificar isso vou me basear em argumentos muito simples.
1-      Os nossos músculos não sabem contar! Eles basicamente respondem à estímulos (já abordei este tema aqui há um tempo atrás);

2-      É necessário que você saiba que quando treinamos em zonas de intensidade diferentes (3 séries de 6 a 8 e 3 séries de 12 a 15, por exemplo) nós estamos apenas PRIORIZANDO determinado estímulo e resposta. Entenda que PRIORIZAR é completamente diferente de RESTRINGIR. Os estímulos não ocorrem de maneira independente e, sim, apresentam maior ou menor evidência. Por isso, busque sempre a alternância de estímulos para que seu corpo apresente diferentes respostas e você obtenha os melhores resultados;

3-      Já que o nosso corpo não tem a capacidade de restringir apenas um estímulo, você já pode estar imaginando que terá dificuldades em tentar emagrecer para depois ganhar massa muscular, certo? Isso acontece porque, quando você faz a musculação de maneira intensa e regular associada também a um bom plano alimentar, as suas possibilidades de obter hipertrofia ao mesmo tempo em que emagrece são MUITO ALTAS. Assim, esqueça as sequências “lógicas” que sempre são ditas por ai e pense que seu corpo precisa ser treinado e as consequências disso serão, dentre outras, a perda de peso e ganho de massa muscular;

4-      Uma das maneiras pela qual emagrecemos é através da resposta de reconstrução tecidual que ocorre após o treinamento. Quando conseguimos treinar intensamente, os nossos músculos tendem a sofrer uma série de microlesões que necessitarão de tempo e muita energia para que possam recuperar completamente as suas capacidades funcionais. E toda essa energia é obtida, principalmente, do tecido adiposo (a maior fonte de energia no corpo humano);

5-      Um dos fatores que realmente vai definir se você vai emagrecer ou hipertrofiar com o seu treino é a DIETA. Sem ela devidamente ajustada para os seus objetivos, dificilmente você terá resultados sólidos na academia. Portanto, não desperdice seus esforços e tenha a mesma disciplina com a alimentação e o treinamento.

Resumindo: a informação mais importante que você pode tirar deste artigo é que não existe uma ordem sequencial para primeiro emagrecer e depois hipertrofiar ou vice versa. O que existe é uma complexa interação de fatores que acontecem em resposta ao treinamento de força. Portanto, faça o seu melhor na sala de musculação e com a sua alimentação e obtenha resultados que jamais teve!
Ainda ficou com dúvidas? Deixe sua pergunta nos comentários que irei responder.
Bons treinos.

Para ver mais sobre alimentação, clique aqui. Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.
Ramon Luciano é graduado em educação física pela UFES/UNIROMA 2 (Tor Vergata - Itália) e atua como Personal Trainer em Vila Velha/ES. Siga @ramonluciano no instagram e no facebook.
 
 
 
Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui: http://eepurl.com/bN_OUv
É grátis! =)
 
 
 
 

0 comentários:

Postar um comentário