Vix Saudável

Seguir um estilo de vida saudável na grande Vitória agora ficou mais fácil!

Coma comida de verdade!

Aquela que não tem rótulo!

Mas no caso da comida ter rótulo...

...aprenda a ser um leitor deles!

Exercite-se

Nós fomos feitos para ficar em movimento!

Cuide bem do seu corpo

Você vai morar nele a vida inteira

terça-feira, 26 de abril de 2016

#Vixreceitas Escondidinho de aipim sem glúten sem lactose

Às vezes a gente cansa de comer sempre a mesma comida e quer variar, mas sem sair da reeducação alimentar.
O escondidinho é uma receita muito versátil, e com algumas modificações, muito saudável também!
Ingredientes da massa
- 5 pedaços de aipim cozidos na espessura de 3 dedos
- Manteiga ghee (pode ser a comum, mas a receita passa a ter um pouquinho de lactose, apesar da quantidade na manteiga ser bem pequena. Ensinamos a fazer a manteiga ghee aqui)
- 1/2 xícara de leite de coco caseiro (tem a receita aqui) 
- Tempero a gosto
Modo de fazer da massa
Cozinhe o aipim até ficar bem molinho. Amasse bem e misture em uma panela com o leite, o tempero e a manteiga até ficar em uma consistência de massa moldável.
Ingredientes do recheio
- 350 g de patinho moído
- 4 tomates maduros
- 3 dentes de alho
- 1/2 colher de chá de sal
- 1 colher de sopa de orégano
- Manjericão e outras ervas que você gostar
Modo de fazer do recheio
Para fazer o molho de tomate caseiro, pique os tomates, disponha em uma forma com os demais ingredientes, regue com azeite e misture. Leve ao forno por 45 min. Leve tudo ao liquidificador e acerte o sal.
Refogue o patinho e quando estiver cozido junte o molho deixando reduzir para não ficar muito aguado.

Montagem

Para montar o escondidinho, coloque o recheio em uma forma deixando sobrar dois dedos da borda. Depois cubra com a massa e salpique queijo ralado por cima.

Leve ao forno por 10 minutos ou até gratinar o queijo. Sirva com uma salada e está pronta sua refeição com um carboidrato complexo, proteína magra e vegetais! =)


Se testar a nossa receita, não esqueça de publicar uma foto bem bonita usando a hashtag #vixreceitas

DICA: Para deixar suas receitas saudáveis ainda mais saborosas, aprenda a utilizar temperos naturais e como combiná-los de forma a deixar sua comida mais deliciosa sem deixar de ser saudável. O guia de temperos foi criado pela nossa colunista Chef Susan Martha. Saiba mais sobre o guia de temperos aqui.

A Susan também desenvolveu um guia de reeducação alimentar com mais de 90 páginas com receitas simples, saborosas e calculadas para caber no seu orçamento. Saiba mais aqui. 

Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, 
clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, 
clique aqui.
Para baixar nosso e-book grátis com dicas de sucesso para a reeducação alimentar, clique aqui.


Meu nome é Maísa Pimenta, tenho 31 anos, casada. Sou engenheira de produção e um belo dia não entrei na minha calça 44. Decidida a não aumentar mais um número voltei ao manequim 38 com a ajuda de profissionais muito competentes. Apaixonada pelo novo estilo de vida decidi criar esta plataforma para ajudar quem queira seguir o mesmo caminho. 

segunda-feira, 25 de abril de 2016

5 motivos para as mulheres treinarem membros superiores


Hoje vou escrever especificamente para as meninas que acompanham o Vix Saudável. Sei que a maioria de vocês já busca uma alimentação saudável, pegam pesado na academia e tentam sempre manter essa rotina.

Mas o que quero saber é como anda o treino de vocês. Estão treinando da cintura para cima também? O seu treino de “braços” recebe a mesma atenção e intensidade do seu treino de coxas?

Sei que treinar membros superiores ainda é motivo de muita resistência para algumas mulheres. Então para isso listei abaixo cinco bons motivos para você começar a dar o seu melhor no dia de treinar membros superiores:

1- Você não vai ficar masculinizada, pode acreditar em mim! Pelo menos não na velocidade que a maioria das mulheres imaginam. Um bom motivo para fundamentar isso? A mulher possui um aporte hormonal menor que o homem (leia-se, testosterona);

2- Você já deve ter notado que os homens em geral, treinam "braços"com altas intensidades e com muita frequência. Já deve ter percebido que ainda assim, eles não apresentam um aumento de massa muscular instantâneo. Portanto, gerar hipertrofia muscular não é algo que acontece do dia para a noite;


3- Treinar membros superiores de maneira intensa irá te ajudar, e muito, no processo de emagrecimento;


4- O treinamento dessas musculaturas servirá também para te dar uma maior segurança e eficiência em vários exercícios de membros inferiores. Isso por que, os exercícios de coxa com maior grau de dificuldade normalmente solicitam muito a estabilização do tronco, da cintura escapular e força de preensão manual (antebraços);


5- E, na minha opinião, de nada adianta ter coxas super bem treinadas e não poder usar uma blusa com os braços de fora, certo? A harmonia corporal também é motivo de apreciação.


Resumindo: Treine, treine pesado, treine com boa frequência e não se preocupe com a masculinização. O treino de membros superiores além de te ajudar a emagrecer te dará uma boa harmonia estética, deixando o seu corpo inteiro bem cuidado.

Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, 
clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, 
clique aqui.
Para baixar nosso e-book grátis com dicas de sucesso para a reeducação alimentar, clique aqui.
 


Ramon Luciano é graduado em educação física pela UFES/UNIROMA 2 (Tor Vergata - Itália) e atua como Personal Trainer em Vila Velha/ES.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

A importância do sono para o emagrecimento


 
O sono possui uma função restauradora de grande importância e quando há privação você tende a ficar mais estressado, ansioso, cansado, podendo levar ao ganho de peso e perda de massa muscular.
Estudos comprovam que pessoas que dormem pouco reduzem o tempo de sono profundo e, em consequência, a fabricação do hormônio do crescimento (GH). O hormônio GH ajuda a manter o tônus muscular, evita o acúmulo de gordura, melhora o desempenho físico e combate a osteoporose.
A leptina, hormônio capaz de controlar a sensação de saciedade, também é secretada durante o sono. Pessoas que permanecem acordadas por períodos superiores ao recomendado produzem menores quantidades de leptina.

Resultado: o corpo sente necessidade de ingerir maiores quantidades de carboidratos (fonte de energia).

Com a redução das horas de sono, a probabilidade de desenvolver diabetes também aumenta. A falta de sono inibe a produção de insulina (hormônio que retira o açúcar do sangue) pelo pâncreas, além de elevar a quantidade de cortisol, o hormônio do estresse, que tem efeitos contrários aos da insulina, fazendo com que se eleve a taxa de glicose (açúcar) no sangue, o que pode levar a um estado pré-diabético ou, mesmo, ao diabetes propriamente dito.
Resumindo: Um bom sono é fundamental para uma boa qualidade de vida!

Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, 
clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, 
clique aqui.
Para baixar nosso e-book grátis com dicas de sucesso para a reeducação alimentar, clique aqui.
 
Aline Blanc é nutricionista e coach, especialista em nutrição clínica, esportiva e emagrecimento. Apaixonada pela nutrição e pela comida de verdade, passa longe dos modismos que rodeiam a nutrição atualmente. Acredita que a melhora na qualidade de vida e na estética corporal é conquistada através de uma alimentação saudável, simples, verdadeira, acessível e sustentável para qualquer pessoa. Conheça melhor seu trabalho nas suas redes sociais: www.facebook.com/alineblancnutri e @alineblancnutri no instagram.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

#Vixreceitas Nhoque de inhame sem glúten sem lactose

Eu amo massa e nhoque é uma das minhas preferidas! Mas batata, farinha branca, a reeducação alimentar não agradece não...
 
E se usarmos um outro tubérculo que seja um carboidrato complexo e não prejudique nossa reeducação alimentar? Esse nhoque de inhame sem glúten sem lactose é super fácil e uma delícia pra variar o almoço de todo dia!


Ingredientes
 
- 3 inhames pequenos
- 1 colher de sopa de azeite
- 1/2 colher de chá de sal
- 1/2 xícara de farinha de arroz ou até dar ponto de massa consistente
 
Modo de fazer
 
Asse os inhames com a casca. É importante não cozinhar em água para não acumular umidade e atrapalhar o ponto da massa.
No forno convencional: faça furos no inhame com uma faca e leve ao forno em uma assadeira por uma hora.
No microondas: faça furos no inhame com uma faca. Enrole em papel toalha e umidifique bem o papel. Leve ao microondas em potência alta de 5 a 7 minutos (pause com 5 minutos e espete com a faca para verificar se está bem cozido). 
 
Inhames enrolados em papel toalha umedecidos com água - cozimento no microondas
Quando estiverem cozidos, descasque, amasse e misture aos outros ingredientes até formar o ponto de uma massa consistente.
 
Tamanho dos inhames - 3 se forem do menor, os outros estavam um pouco grandes e tirei um pouco
Ponto da masssa

Enrole em formato cilíndrico e corte pedaços de aproximadamente 1 cm.
 

 
Coloque água para ferver com dois fios de azeite e sal. Assim que ferver, coloque uma quantidade do nhoque para cozinhar. Ele estará no ponto quando as bolinhas subirem. É muito rápido.
 
 
Dica: não coloque muitos de uma vez, ou eles podem grudar. 
 
Faça um delicioso molho a bolonhesa ou vermelho e saboreie com uma salada. Não utilize molhos prontos, a não ser que no rótulo só haja tomates, sal e açúcar nos ingredientes. A maioria dos molhos prontos contém glutamato monossódico que é um realçador de sabor CANCERÍGENO.
 
Veja receita de molho vermelho caseiro (receita da Suelen Cavali @intolerantes)
 
Ingredientes
 
- 4 tomates maduros
- 3 dentes de alho
- 1/2 colher de chá de sal
- 1 colher de sopa de orégano
- manjericão e outras ervas que você gostar
 
Modo de fazer
 
Pique os tomates, disponha em uma forma com os demais ingredientes, regue com azeite e misture. Leve ao forno por 45 min. Leve tudo ao liquidificador, prove e acerte o sal e está pronto!
 
 
Se testar nossas receitas não se esqueça de postar uma foto bem bonita usando a hashtag #vixreceitas
 
Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, 
clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, 
clique aqui.
Para baixar nosso e-book grátis com dicas de sucesso para a reeducação alimentar, clique aqui.
 
Meu nome é Maísa Pimenta, tenho 31 anos, casada. Sou engenheira de produção e um belo dia não entrei na minha calça 44. Decidida a não aumentar mais um número voltei ao manequim 38 com a ajuda de profissionais muito competentes. Apaixonada pelo novo estilo de vida decidi criar esta plataforma para ajudar quem queira seguir o mesmo caminho. 


segunda-feira, 18 de abril de 2016

Açaí: como consumir?


O açaí é um dos alimentos mais nutritivos que existem. De sabor e cores fortes, ele é um dos queridinhos das academias por dar energia para os treinos.

O açaí é rico em vitaminas, cálcio, ferro, fibras, fósforo, minerais e potássio. Por conter ômega-6, ômega-9 e outros ingredientes, ele ajuda a reduzir o mau colesterol e ajuda a regular o bom. Além disso, é uma das frutas com maior capacidade antioxidante.

Mas cuidado, o açaí que você compra pode ser um lobo em pele de cordeiro. Siga essas dicas e consuma açaí sem comprometer a Reeducação alimentar:

1. O açaí que é vendido na maioria das lanchonetes, sorveterias e açaíterias é repleto de açúcar e/ou xarope de glicose que comprometem muito os resultados de quem busca o emagrecimento.

2. Independente do seu objetivo, o açaí que faz bem a saúde é a própria polpa 100% açaí sem adição de açúcares. Você pode utilizar um adoçante de sua escolha para adoçar. Para saber quais são os adoçantes indicados para consumo, clique aqui.

3. O açaí é uma fonte de gorduras boas, além de ser uma opção de low-carb (baixo carboidrato). 100 g de polpa têm apenas 5 g de carboidrato.

4. Uma boa combinação é utilizar uma fonte de proteína junto ao açaí, como whey protein ou leite em pó. Dependendo dos seus objetivos, você pode incluir também opções como granola, frutas, nibs de cacau, aveia.

5. Quando for comprar a polpa, veja os ingredientes. Ela não deve conter nenhum tipo de açúcar, nem xarope, nem maltodextrina (alguns se dizem zero açúcar, mas contêm maltodextrina que é ainda pior).

*Texto adaptado do IG do nutricionista João Paim

Para baixar nosso e-book grátis com dicas de sucesso para a reeducação alimentar, clique aqui.
Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, 
clique aqui.

Meu nome é Maísa Pimenta, tenho 31 anos, casada. Sou engenheira de produção e um belo dia não entrei na minha calça 44. Decidida a não aumentar mais um número voltei ao manequim 38 com a ajuda de profissionais muito competentes. Apaixonada pelo novo estilo de vida decidi criar esta plataforma para ajudar quem queira seguir o mesmo caminho. 


quinta-feira, 14 de abril de 2016

#Vixreceitas Pãozinho de batata doce sem glúten sem lactose

Aquele café quentinho com um pão de queijo, quem nunca teve esse desejo no meio da tarde?

 
Anota aí a receita desse pãozinho de batata doce super saudável, sem glúten, sem lactose, fácil e ótimo para os lanches!
 
Ingredientes
 
- 4 colheres de sopa de batata doce cozida
- 2 colheres de sopa de polvilho doce
- 1 colher de sopa de polvilho azedo
- 1 colher de sopa de farinha de linhaça
- 1 colher de sopa de azeite
- sal e temperinhos a gosto
 
Modo de fazer
 
Misture tudo, faça bolinhas e leve ao forno por 20 minutos. Rende 3 bolinhos como os da foto.
 
 
Dicas
 
- Caso queira deixar ainda mais nutritivo, você pode acrescentar também um pouco de chia.
- Sirva com requeijão de tofu, tem um alto teor de proteínas, é saudável e fica delicioso.
- Você pode variar a batata doce e fazer com madioca cozida ou batata baroa (com esta última fica especialmente gostoso!)
- Você pode fazer uma quantidade maior e congelar, depois é só colocar para assar por 30 min.
 
Requeijão
 
Processe tofu, limão, azeite, sal e outros temperos até obter a textura de requeijão. Vá provando para ficar do seu gosto.
 
Se você gostou desta receita, não se esqueça de publicar uma foto bem bonita com a hashtag #vixreceitas
 
Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, 
clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, 
clique aqui.
Para baixar nosso e-book grátis com dicas de sucesso para a reeducação alimentar, clique aqui.
 
Meu nome é Maísa Pimenta, tenho 31 anos, casada. Sou engenheira de produção e um belo dia não entrei na minha calça 44. Decidida a não aumentar mais um número voltei ao manequim 38 com a ajuda de profissionais muito competentes. Apaixonada pelo novo estilo de vida decidi criar esta plataforma para ajudar quem queira seguir o mesmo caminho. 

terça-feira, 12 de abril de 2016

#Vixdicas Para a vontade de comer pizza

Com frequência (maior do que eu gostaria na verdade hehe) tenho vontade de comer pizza. Marguerita é minha predileta. Mas aí como fica a reeducação alimentar ne? Então nossa dica de hoje é para matar essa vontade sem matar nossa R.A.
 
 
- Faça uma crepioca: 1 ovo, 1 colher de sopa rasa de goma de tapioca, 1 colher de sopa de farinha de linhaça (opcional, mas fica mais nutritivo)
- Coloque sobre ela, como se fosse uma pizza, seu recheio de pizza predileto. O meu é marguerita: queijo, tomate e manjericão fresco da minha mini horta.
- Asse no forninho até derreter o queijo.
 
E pronto! Mata a vontade gente! Use um bom catchup se você for do Rio ou das Minas Gerais, ou um bom azeite se você for de SP (se não o pessoal de SP briga comigo rs). Se você for de Vix ou outras regiões, faça como quiser! =D
 
Na semana passada demos uma dica quente sobre como matar a vontade de comer sanduíche, daqueles de trailer, sem matar junto a dieta/reeducação alimentar. Se você perdeu, clique aqui.
 
Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, 
clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, 
clique aqui.
Para baixar nosso e-book grátis com dicas de sucesso para a reeducação alimentar, clique aqui.
 
Meu nome é Maísa Pimenta, tenho 31 anos, casada. Sou engenheira de produção e um belo dia não entrei na minha calça 44. Decidida a não aumentar mais um número voltei ao manequim 38 com a ajuda de profissionais muito competentes. Apaixonada pelo novo estilo de vida decidi criar esta plataforma para ajudar quem queira seguir o mesmo caminho. 

Expectativa de vida e sobrepeso: estamos caminhando para frente ou para trás?


No Brasil, assim como em boa parte do mundo, a população está vivendo mais. A expectativa de vida hoje é de 75,2 anos, e no Espírito Santo chega a 77,5 anos – a terceira maior do Brasil! E isso se torna muito expressivo quando comparamos o mesmo dado com valores de 55 anos atrás. De 1960 até 2015 - dados mais recentes, o brasileiro aumentou de 48 para 75,2 anos a sua expectativa de vida. Isso significa que nos últimos 55 anos, por diversos fatores, nós aumentamos a nossa perspectiva de vida em 27,2 anos!

Este aumento na longevidade está associado a diversos fatores como: o acesso á água tratada e esgoto, crescimento econômico, acesso à informação, evolução da medicina, entre outros.

Mas, ao mesmo tempo em que estamos progredindo e vivendo mais, existe outro lado da moeda que nos mostra que a população brasileira não necessariamente caminha para ter uma melhor qualidade de vida. O aumento de peso é uma realidade, e no Brasil a VIGITEL (2014) indicou que 52,5% da população adulta está acima do peso ideal.  A pesquisa também indicou aumento de 23% nos últimos 9 anos ( de 43% para 52,5%). É muito!

Por isso, cabe a nossa reflexão: de que adianta vivermos por mais tempo, se estamos caminhando para não ter saúde para aproveitar esses anos a mais? Viver mais é necessariamente viver melhor? Se formos sinceros com nós mesmos, veremos que grande parte dos fatores que favorecem o aumento de peso é de nossa responsabilidade.

“Mas Ramon, eu não quero deixar de sair para jantar, tomar um vinho/cervejinha, e comer um doce de vez em quando.”

Eu também não quero que você deixe de fazer isso, acredite! Mas se isso realmente for DE VEZ EM QUANDO. O nosso problema está sempre nos excessos. Excesso de doces, frituras, sedentarismo, desculpas... Não se engane, o grande responsável pelo seu futuro é você, a pessoa mais importante para a sua saúde é você.

Comece mudando pequenos hábitos, traçando pequenos desafios, criando uma rotina de exercícios físicos e alimentação mais regrada. Tenho certeza que em pouco tempo você será capaz de perceber algumas melhorias e se sentirá mais motivado á continuar cuidando da sua saúde.

Portando, viva mais, mas viva melhor.


“Você é a força criadora na sua vida. Nada lhe acontece sem a sua participação.”

Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.

Ramon Luciano é graduado em educação física pela UFES/UNIROMA 2 (Tor Vergata - Itália) e atua como Personal Trainer em Vila Velha/ES.






Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui: http://eepurl.com/bN_OUv
É grátis! =)

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Dieta da proteína: vale a pena?


Mais conhecida como a “Dieta da Proteína, ela tem se tornado cada vez mais popular por ocasionar uma rápida perda de peso.

A ingestão de proteínas é fundamental para manter o bom funcionamento do nosso corpo, sendo assim, essencial na dieta. Mas é preciso ter cuidado com seu excesso. É encontrada principalmente em alimentos de origem animal como as carnes, ovos e laticínios (queijo, iogurtes etc). A proteína é um componente estrutural das nossas células formada por vários aminoácidos, que são os responsáveis pela construção dos nossos músculos, enzimas, hormônios, unha, pele, cabelos etc.

Uma alimentação rica em proteínas e restrita em carboidratos realmente ocasiona a perda de peso em um curto prazo de tempo, e o principal motivo é a PERDA DE ÁGUA, para eliminar o ácido úrico, amônia e demais componentes resultantes do metabolismo de proteínas e inicia um processo de cetose. Ou seja, você não está emagrecendo (perdendo gordura), você está se desidratando e entrando em cetose.

E, com a falta dos carboidratos na dieta, você entra em catabolismo muscular (perda de massa magra), pois vai começar a degradação de proteínas em outras áreas do corpo, como dos músculos e também das gorduras (corpos cetônicos), causando mal hálito, falta de concentração, irritabilidade, dores de cabeça, confusão mental e desmaios.

A longo prazo, o metabolismo começa a ficar lento e a pessoa não consegue mais perder peso, estaciona. A pessoa acaba abandonando a dieta, volta a comer “normalmente e aí entra o famoso “efeito sanfona”, engorda tudo de novo.

Conclusão: Antes da adotar qualquer tipo de dieta, principalmente as do tipo “milagrosas”, com restrição alimentar, busque o auxílio de um profissional nutricionista para orientá-lo(a), pois só ele saberá qual é o melhor tipo de alimentação de acordo com seu objetivo e necessidade, fazendo com que ocorra a perda de gordura, a manutenção da massa magra e a qualidade de vida.

Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.

Aline Blanc é nutricionista e coach, especialista em nutrição clínica, esportiva e emagrecimento. Apaixonada pela nutrição e pela comida de verdade, passa longe dos modismos que rodeiam a nutrição atualmente. Acredita que a melhora na qualidade de vida e na estética corporal é conquistada através de uma alimentação saudável, simples, verdadeira, acessível e sustentável para qualquer pessoa. Conheça melhor seu trabalho nas suas redes sociais: www.facebook.com/alineblancnutri e @alineblancnutri no instagram.



Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui:http://eepurl.com/bN_OUv
É grátis! =)