terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Emagrecimento pós parto - como voltar rapidamente ao peso sem prejudicar o bebê?

Fonte: Discovery Mulher

Uma das maiores preocupações das mulheres no pós parto, além dos cuidados com o bebê é claro, é retornar ao peso anterior a gravidez, especialmente porque muitas gestantes acabam se descuidando e ganham muito mais peso do que o recomendado.

É notório que o retorno rápido ao peso anterior contribui muito para a melhora do perfil psicológico e da auto estima. No entanto, muitas mães são criticadas quando demonstram esta preocupação, pois “deveriam estar preocupadas com seus filhos e não com seu corpo”. O que muita gente não sabe é que a demora excessiva para emagrecer após o parto pode aumentar o risco de diversas doenças como diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares (Linne 2004).

Um estudo publicado por Rooney e Schauberger em 2002 concluiu ainda que mulheres que não retornam ao peso habitual em aproximadamente 6 meses após o parto possuem chance consideravelmente maior de apresentarem sobrepeso e obesidade 10 anos mais tarde.

O que fazer para reduzir o peso o mais rápido possível após o parto?

Um estudo publicado por Amorim Adegboye e Linne em 2013 observou que apenas o exercício não é suficiente para auxiliar na perda de gordura, mas é importante para melhorar o condicionamento cardiovascular das mamães, o que diminui o risco de doenças. Apenas as mulheres que fizeram dieta ou dieta combinada com exercícios conseguiram emagrecer significativamente. Ou seja, fazer dieta é suficiente para emagrecer, porém é importante salientar que o grupo que também fez exercício conseguiu preservar a massa muscular e ainda aprimorar a capacidade cardiovascular.

Mas atenção, o retorno ao exercício no pós-parto deve ser gradativo. Durante a gravidez, muitas alterações corporais ocorreram e o retorno aos exercícios deve ser orientado por um profissional para que ele adapte seu treino a essas mudanças que ocorreram. Procure um personal trainer para te atender, mesmo que seja só 2 ou 3 vezes na semana.

Exercício físico durante a amamentação pode secar o leite?

Uma preocupação recorrente das mamães é se fazer dieta e exercício poderá prejudicar a amamentação. Esse estudo ainda concluiu que dieta e exercício é seguro, pois não foram observados efeitos adversos na amamentação como redução do volume de leite ou da concentração plasmáticas de prolactina.

Outros estudos relacionados à amamentação e exercício observam um aumento de ácido lático no leite materno. Esse aumento é relacionado com a intensidade do exercício, isto é, quanto mais intenso mais ácido lático no leite. A grande discussão era que esse ácido lático poderia modificar o sabor do leite e dessa forma o bebê passaria a não aceitá-lo, sendo então que de forma indireta o exercício estaria interferindo na aceitação do bebê ao leite após o exercício pela alteração no sabor.

Alguns autores observaram que em mães que realizaram “exercício máximo”, houve um aumento da concentração de ácido lático. Os estudos com intensidades adequadas “não mostraram efeitos negativos” sobre a amamentação. Cary & Quinn (2001) em revisão literária concluíram que até a data analisada, o exercício e amamentação eram atividades compatíveis, sendo que dos vários estudos analisados os mesmos não demonstram efeito prejudicial do exercício durante a lactação não afetando a composição, o volume do leite, o crescimento, o desenvolvimento infantil, ou a saúde materna.

Um ponto importante que as mamães devem observar é que o ácido lático gerado no exercício é eliminado de 30 a 60 minutos após o treino, assim recomenda-se a amamentação antes de ir malhar, e após o exercício esperar um pouco para oferecer o leite ao bebê novamente.

Então mamães, observados os cuidados mínimos, cuidem da alimentação e pratiquem atividade física logo após o período de resguardo.
Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, 
clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.

Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui:http://eepurl.com/bN_OUv
É grátis! =)






Fontes:
IG do dr. Bruno Fischer @fischerbruno



0 comentários:

Postar um comentário