Vix Saudável

Seguir um estilo de vida saudável na grande Vitória agora ficou mais fácil!

Coma comida de verdade!

Aquela que não tem rótulo!

Mas no caso da comida ter rótulo...

...aprenda a ser um leitor deles!

Exercite-se

Nós fomos feitos para ficar em movimento!

Cuide bem do seu corpo

Você vai morar nele a vida inteira

domingo, 31 de janeiro de 2016

Dieta e carnaval, o que fazer?


doutíssima.com.br
Para não perder nenhum dia de festa é preciso ter cuidado com o que se come nesta época. Devem-se escolher bem os alimentos para evitar infecções gastrointestinais, além de repor as energias gastas.
 
A dica é começar com um excelente café da manhã, capriche nas fibras (cereais integrais e frutas), eles vão garantir um bom funcionamento do seu intestino.
Coma de 3 em 3 horas para ajudar a manter a energia do corpo. Carregue com você frutas secas, boas barras de cereais ou sanduíches naturais.
Evite alimentos gordurosos, como fast foods e salgados prontos. Opte por saladas variadas e carnes magras. Importante também é escolher um bom restaurante para não correr risco de ter alguma intoxicação alimentar.
Beba bastante água para manter o corpo hidratado. Evite o excesso de bebida alcoólica, pois o álcool desidrata o corpo. Se beber, sempre intercale os copos de bebida com água.
Escolha somente uma refeição por dia para "jacar", se for o caso, e escolha também entre "jacar" na comida ou na bebida, isso vai reduzir um pouco o "estrago" do feriado.
E aproveite, afinal, é carnaval! (mas com moderação) hehe
 
 
 
 
 
Larissa Scarparo Rocha é nutricionista graduada pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), pós graduanda em Nutrição Clínica e Esportiva pelo Instituto de Pesquisas Ensino e Gestão em Saúde (IPGS) e mestranda em Nutrição e Saúde pela UFES. Também é sócia e proprietária da empresa Espaço Nutrir em Guarapari/ES. 

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

#vixreceitas Bolo de cenoura de liquidificador sem glúten sem lactose

Quem não ama bolo de cenoura?
 
 
E que tal uma versão mais saudável dele?
 
Hoje a nossa colunista chef Susan Martha do canal do youtube Amor pela Comida nos ensina essa receita super facinho!
 
Ingredientes do bolo
 
- 3 cenouras médias
- 3 ovos caipiras
- 1/2 xícara de óleo neutro (preferencialmente de coco)
- 1/3 xícara de açúcar mascavo ou de coco
- 1 colher de chá de pimenta síria
- 1 pitada de sal
- 3/4 de xícara de farinha de arroz
- 1/2 xícara de amido de milho
- 1/2 xícara de chá de goma xantana
- 1 colher de sobremesa de fermento em pó

Veja aqui o passo a passo:


Para deixar essa receita ainda mais saudável, substitua parte da farinha de arroz por uma farinha mais saudável, como farelo de aveia ou farinha de coco.
 
Você pode também fazer uma deliciosa calda de chocolate saudável para este bolo! Receita da Su Cavalli do IG @intolerantes
 
Ingredientes da calda
 
- 100g de chocolate 70% (uma barra geralmente)
- 6 colheres de sopa de óleo de coco
- 3 colheres de sopa de água
- 3 colheres de chá de açúcar mascavo
 
Cozinhe por um minuto, somente até ficar uma calda uniforme.
 
Se testar a receita, não esqueça de postar uma foto com as hashtags #amorpelacomida e #vixreceitas
 
Eu sou a Chef Susan Martha e tenho muito amor pela comida. Meu amor pela comida é tão, tão forte que fiz faculdade de Gastronomia justamente por isso. Lá, aprendi técnicas clássicas, que serviram como fermento para aumentar minhas habilidades de surpreender na cozinha e fazer minha criatividade borbulhar. 
Hoje, aplico técnicas de Gastronomia Funcional em pratos do dia a dia e desenvolvo substituições de ingredientes para tornar as receitas mais saudáveis. É assim que mantenho o equilíbrio da minha alma gorda
 

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Atividade física na gravidez, pode ou não pode?




Atividade física é definida como qualquer movimento corporal decorrente de contração muscular que permite o aumento da força física, flexibilidade e resistência. Diversos estudos confirmam o papel decisivo da prática da atividade física na promoção da saúde, na qualidade de vida e na prevenção ou controle de diversas doenças.
Foi mm meados da década de 90 que se reconheceu a atividade física para gestantes, pois antes acreditava-se que exercícios nessa fase da vida da mulher aumentariam o risco de prematuridade.

Apesar de existirem poucos estudos nesta área, há um consenso na literatura científica de que exercícios resistidos de intensidade leve ou moderada podem promover melhora da resistência e flexibilidade muscular sem risco de complicações na gestação, assim como ajudar na manutenção do condicionamento, controle do peso, redução dos riscos de diabetes gestacional, proteção contra depressão pós-parto, além de trabalharem a musculatura pélvica prevenindo a incontinência urinária associada à gravidez, facilitando o parto.

Todas as mulheres que não apresentam contraindicações após consultar o seu médico devem ser incentivadas a realizar algum tipo de atividade seja ela aeróbica (natação, hidroginástica, caminhada, bicicleta ergométrica), de resistência muscular (musculação) ou alongamento (pilates).

Bella Falconi nas últimas semanas de gravidez

Vale ressaltar a importância de ter liberação médica para iniciar qualquer atividade e que toda ela seja orientada e supervisionada por um profissional da área capacitado.

Então, mamães de primeira ou segunda viagem, não percam tempo para iniciar exercícios físicos também nessa fase da vida e obter todos os benefícios que eles podem trazer.
Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui. 

Karoline Bermond é fisioterapeuta graduada pela Universidade de Vila Velha (UVV), com formação em estética corporal e facial, RPG, instrutora de pilates e sócia-proprietária da clínica Unifisio - Praia do Morro/Guarapari.




Quer cuidar de você, saber tudo sobre alimentação saudável, nutrição e dieta e ainda ter a indicação de bons prestadores de serviço em Vitória, Vila Velha e região? Então vem pra Vix Saudável! Curta nossa fan page no facebook, nos siga no instragram e convide seus amigos! =)

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Estímulo tensional e metabólico, saiba o que são e a importância para o treino

Fonte da imagem: colananutri.com.br

No treinamento de força (musculação) existem dois estímulos que podem ser propostos aos nossos músculos: o metabólico e o tensional. Cada um apresenta uma via principal a ser atingida, e se diferenciam entre si.

Os estímulos metabólicos são caracterizados por fazerem as células musculares sofrerem um maior estresse bioquímico, em virtude do maior tempo de execução dos exercícios. Apresentam como característica um percentual de carga mais baixo, maior número de repetições, tempo de intervalo reduzido e menor duração no tempo de cadência de execução.

Os estímulos tensionais apresentam como principal característica a utilização de cargas elevadas para que ocorra um “alongamento forçado” da musculatura envolvida no exercício.  Assim, além das cargas elevadas também são aspectos marcantes desse estímulo: menor número de repetições, intervalos entre as séries mais longos e maior duração na cadência do movimento.

Mas, infelizmente, hoje ainda não é possível afirmar qual desses estímulos é mais eficiente para o emagrecimento ou hipertrofia. Assim, o ideal tem sido alternar entre eles a fim de evitar uma acomodação fisiológica, o que tente a diminuir os seus resultados. 

Veja um exemplo de cada estímulo:

Exercício
Séries/Repetições
Carga
Intervalo
Cadência
Metabólico
Agachamento livre
3x14 a 18
15/15
60’’
2020
Tensional
Agachamento livre
3x5 a 7
25/25
140’’
4020

Vale ressaltar que, mesmo não sendo possível afirmar qual dos dois é mais efetivo,  tanto os treinos tensionais, quanto os metabólicos são extremamente eficazes para o emagrecimento e hipertrofia. Porém, para que eles realmente funcionem é necessário que haja um controle muito grande na intensidade do treino. Por isso, converse com o seu professor e comece a colher bons resultados!

Ficou com dúvida? Deixe sua pergunta que terei o prazer em responder. 
Bons treinos.


Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.

Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.

Ramon Luciano é graduado em educação física pela UFES/UNIROMA 2 (Tor Vergata - Itália) e atua como Personal Trainer em Vila Velha/ES.







Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui:http://eepurl.com/bN_OUv

É grátis! =)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Qual a melhor opção de açúcar?



Já sabemos que o consumo regular ou em excesso de açúcar não é legal né? Mesmo as opções mais saudáveis devem ser usadas com moderação, pois o seu consumo em excesso pode desencadear várias doenças como a obesidade, o diabetes, doenças cardíacas, envelhecimento precoce, processo inflamatório crônico... Além de interferir nos hormônios insulina e leptina (hormônios que estão relacionados a sinalização de saciedade no cérebro).

Com tantas opções disponíveis no mercado, você sabe a diferença entre eles?
Vamos lá!

Açúcar refinado: É o tipo de açúcar mais processado que existe e o mais utilizado também.     Passa por um processo de refinamento para melhorar o sabor e o aspecto dos grãos, retirando  praticamente todas as vitaminas e minerais, tornando-o um alimento sem nutrientes, rico em  aditivos químicos (enxofre), que faz com que o produto fique bem branquinho e solto. Nessa classificação entra também o açúcar de confeiteiro. A maioria dos produtos industrializados tem em seus ingredientes! CUIDADO.

Açúcar light: É uma mistura de açúcar refinado e adoçantes artificiais (geralmente aspartame, ciclamato e/ou sacarina). O valor calórico é mais baixo, o poder adoçante é maior e não tem gosto residual igual ao adoçante.

Açúcar cristal: É o açúcar mais conhecido e bastante utilizado pela população Brasileira. O que diferencia do refinado são os tipos de cristais maiores e transparentes. Passa por um processo menos agressivo que o do refinado, com uma leve adição de produtos químicos, porém, 90% dos nutrientes são perdidos.

Açúcar mascavo: não sofre processo de refinamento e adição de produtos químicos, formado a partir do resfriamento do xarope advindo do caldo de cana. De todas as opções, é a que mais tem valor nutricional.

Açúcar demerara: passa por um leve refinamento, mas sem adição de produtos químicos. Dessa forma, há preservação de quase todos os nutrientes. Apresenta sabor e cor mais suaves que o mascavo e de aparência e sabor mais parecidos com o do açúcar cristal. 

Açúcar orgânico: não possui aditivos artificiais e sua cana é cultivada de forma orgânica, apresentando valor nutricional semelhante ao demerara.

Açúcar do coco orgânico: é feito a partir do líquido das flores do coqueiro, sem agrotóxicos ou aditivos químicos. Tem sido dito que o açúcar de coco tem um índice glicêmico mais baixo que os açúcares extraídos da cana-de-açúcar, porém ainda não existem estudos suficientes comprovando essa informação.

Nutri, então qual é a melhor opção de açúcar? A melhor opção é não utilizar nenhum tipo de açúcar e sim sentir o sabor natural dos alimentos. Porém, em alguns momentos ou receitas que existe a necessidade de usar algum tipo de açúcar, seja para melhorar o sabor ou para favorecer a fermentação de massas por exemplo, nesses casos, opte pelo MENOS PIOR, ou seja, os açúcares menos refinados tais como demerara e o mascavo.


Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.


Aline Blanc é nutricionista especialista em nutrição clínica e esportivahttps://www.facebook.com/alineblancnutri
@alineblancnutri


Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui:http://eepurl.com/bN_OUv
É grátis! =)

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Empório Nutrifitness, bistrô, empório e loja de suplementos - Enseada do Suá

Saindo pra almoçar dia desses na Enseada do Suá vi uma lojinha com "Fitness" no nome. Opa! Alerta ligado, tô precisando comprar umas coisinhas. 
 
 
 
Quando entrei me deparei com uma mistura de loja de produtos fit, loja de suplementos e bistrô, tudo no mesmo lugar.
 
 
O Alexandre é médico, farmacêutico e chef de cozinha. Mas o que ele queria mesmo era trabalhar com o público e com alimentação, porém sem esquecer da saúde. Daí ele convenceu o Luciano que gosta de musculação, trabalha com marketing e na época estava na Espanha, a voltar para abrirem juntos um negócio. 
 
 
 
Nasceu assim o Empório Nutri Fitness em julho de 2015, que mistura empório e bistrô atendendo os desejos do Alexandre de mexer com público, comida e levando a saúde em consideração, e também a parte de suplementos que o Luciano curte.
 
Lá você pode dar uma passada na hora do almoço e comer um salada no pote...
 
 
 
...Ou uma panqueca de frango sem glúten. Ou pode ir fazer um lanche da tarde e experimentar um dos salgados veganos...
 
 
Lá tem também chocolates, pasta de amendoim, barrinhas, biscoitos e uma infinidade de produtinhos fitness. Tem também bolos, congelados, saladas, sucos, sanduíches, saladas de frutas. Várias opções pra gente não comer besteiras no dia a dia corrido do trabalho. De quebra a gente já aproveita e compra nosso whey protein de todo dia... haha
 

 
O Empório NutriFitness fica na Rua José Alexandre Buaiz, loja 6 (em frente ao Tribunal de Contas), Enseada do Suá e funciona de segunda a sexta de 9 às 19 e sábado de 9 às 12.
 
Tel: 27 3201-4821 / 3207-4813
@emporio_nutri_fitness
facebook.com/emporionutrifitness
 
Conhece algum lugar bacana relacionado a vida saudável em Vila Velha, Vix, Cariacica, Serra ou Guarapari? Conta pra gente! =)

#vixreceitas Leite de coco caseiro e cookies de coco sem glúten semlactose

Já é sabido que apesar de muito demonizado atualmente, o leite de vaca de fato não é alimento essencial a nossa saúde. Além de não ser mais aquele leite que nossos pais tomaram (atualmente é cheio de hormônios, antibióticos etc), 75% do seu cálcio não é biodisponível e ele provoca a piora em pessoas com processos inflamatórios como sinusite, rinite e outras "ites". Muita gente também é intolerante a lactose e acaba tendo que recorrer a opções de leite sem lactose, que também não são as melhores opções.
Assim, uma excelente opção para substituição é o leite de coco. Ele é rico em gordura saturada boa, e possui vitaminas C, do complexo B e sais minerais essenciais. Além disso, confere um sabor delicioso a receitas doces, como de bolos.
Aprenda a fazer:
- 1 xícara de coco seco picado
- 3 xícaras de água quente
Bata durante 3 minutos no liquidificador e coe numa peneira.
Na geladeira dura de 3 a 4 dias, no congelador dura até um mês.
O resíduo que sobra do leite pode ser utilizado para fazer um cookie delicioso, receita da Suelen Cavalli do IG @intolerantes:


Ingredientes

- 1,5 xícara de resíduo do leite
- 1/2 xícara de aveia em flocos
- 2 colheres de sopa de quinoa em flocos (ou amaranto)
- 1 banana madura
- 1 ovo
- 4 colheres de sopa de açúcar demerara
- 4 colheres de sopa de manteiga
Modo de preparo
Bater no liquidificador a banana, o ovo, o açúcar e a manteiga. Depois incorporar numa tigela com os demais ingredientes e misturar bem. Com o auxílio de uma colher, molde em um tabuleiro untado em formato de cookies (a mistura ficará um pouco líquida, é normal) e leve para assar por 20 min em forno pré-aquecido a 180 graus ou até dourar.
Rendimento: 12 unidades.


Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.


Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui:http://eepurl.com/bN_OUv

É grátis! =)

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Exercícios intervalados de alta intensidade - o método eficaz para oemagrecimento



Muitos acreditam que quanto mais exercício aeróbico fizer, mais irá emagrecer, sob a teoria de que mais caloria irá queimar e mais magra irá ficar. A verdade é que através de estudos e pesquisas, cada vez mais se comprova que exercícios intervalados e com alta intensidade são mais eficazes e benéficos, obtendo melhor resultado em perda de gordura.

Inicialmente, a pessoa que pratica muita atividade aeróbica emagreceria, porém, com o passar do tempo, como perde músculos também, começa a sentir dificuldades para emagrecer e acaba estagnada no mesmo peso. Até porque nosso corpo “se acostuma” com a quantidade de atividade física regularmente praticada, sendo necessário fornecer cada vez mais estímulos para perda de peso. Quando já se pratica uma quantidade grande de aeróbico, fica muito difícil mensurar o estímulo sem comprometer a massa muscular.

Vamos dar uma olhada nos resultados práticos do estudo realizado pela Universidade de Colorado?
- Um primeiro grupo de homens e mulheres que fizeram apenas aulas aeróbicas conseguiram perder 1,8 quilo, mas não ganharam músculos.
- Um segundo grupo fez a metade de aulas aeróbicas e levantamento de peso. O resultado? Perderam 4,5 quilos de gordura e ganharam 0,9 quilos de músculos.
Fica a dica para você que se mata fazendo três horas de aeróbico: muito cuidado, no final das contas pode acabar te prejudicando.

Existem dezenas de estudos indicando os mesmos resultados: Universidade de South Wales, Austrália, na Universidade do Oeste da Escócia, Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, Universidade de Munique e tantas outras que podem ser citadas (ao todo foram vinte e duas pesquisas em Universidades diferentes). O denominador comum foi a conclusão de que é mais benéfico um exercício aeróbico de menor período de duração e mais intenso do que um aeróbico de longa duração (longa duração = mais de 50 minutos).

A explicação é simples: quando praticamos atividades aeróbicas de longa duração, nosso corpo secreta um hormônio chamado GRELINA, que desperta a sensação de fome no cérebro, fazendo com que as pessoas que pratiquem atividades de longa duração comam mais e acabem consumindo mais do que gastaram. Nas pessoas que praticaram atividade aeróbica intensa de curta duração, os níveis de grelina se mantiveram estáveis, logo a pessoa gastou praticamente as mesmas calorias e não comeu tudo de volta depois.

Com isso, caiu a antiga teoria, utilizada até bem pouco tempo atrás, de que para queimar gordura a melhor forma era ficar o máximo de tempo possível se exercitando em uma intensidade moderada. Acreditava-se que esta seria a melhor forma porque a gordura é uma fonte de energia lenta, sendo necessário muito tempo de treino para queimá-la. Porém hoje já se sabe que isto não é verdade, foi comprovado que em atividades de alta intensidade o gasto calórico total é MAIOR. 
Por isso, prestem atenção: ficar horas se matando em atividade aeróbica é ruim tanto para ganho de massa muscular como para emagrecimento. Mais: em atividades de alta intensidade a queima de gordura persiste por mais tempo depois de cessada a atividade física.


Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.

Felipe Toscano Destefani, personal trainer, formado pela universidade Federal do Espirito Santo, UFES. Atua nesse mercado há 15 anos. Especialização (Latu Senso) em treinamento desportivo e Treinamento Funcional, certificação Core360º uma das mais bem conceituadas do Brasil. 
www.felipetoscano.com


Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui:http://eepurl.com/bN_OUv

É grátis! =)

domingo, 17 de janeiro de 2016

O que comer antes da corrida?



Carboidratos
Para ter energia durante a corrida o papel do metabolismo dos carboidratos é super importante. Os carboidratos ingeridos são armazenados na forma de glicogênio muscular ou hepático e a sua redução pode levar a fadiga e a queda no desempenho. Desta maneira, uma disponibilidade adequada de carboidratos antes é imprescindível para o sucesso na corrida.
Líquidos
A ingestão de líquidos antes da corrida deve ser suficiente, pois dependendo do tempo e da intensidade da corrida ocorre uma perda hídrica significativa.
Gorduras e Fibras
Antes da corrida não é interessante fazer refeições ricas em fibras e gorduras, pois esses alimentos requerem mais tempo para sua digestão podendo atrapalhar no desempenho durante a corrida.
Proteínas
A ingestão de proteínas antes da corrida pode ser feita, mas sempre tendo um cuidado com a quantidade ingerida para não atrapalhar no desempenho.
Quantidade de ingestão dos nutrientes
As quantidades dos nutrientes variam principalmente de acordo com o tempo de corrida, intensidade e pessoa (atleta ou não). Por isso, é fundamental buscar ajuda profissional para estar auxiliando nas quantidades necessárias de acordo com cada paciente.
Obs:
O aporte de nutrientes durante e após a corrida também são importantíssimos. As quantidades também variam de acordo com pessoa, tempo de corrida e intensidade.  Essa dica postarei nas próximas publicações.
Até lá.

Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.

Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.
Larissa Scarparo Rocha é nutricionista graduada pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), pós graduanda em Nutrição Clínica e Esportiva pelo Instituto de Pesquisas Ensino e Gestão em Saúde (IPGS) e mestranda em Nutrição e Saúde pela UFES. Também é sócia e proprietária da empresa Espaço Nutrir em Guarapari/ES.








Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui:http://eepurl.com/bN_OUv

É grátis! =)