sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Você sabe ler o rótulo dos alimentos?

Você sabe ler o rótulo dos alimentos?

Se você começa vendo a quantidade de calorias, a resposta é não!
Sim, a quantidade de calorias é importante no processo de emagrecimento, mas não é o mais importante!
A primeira coisa que devemos avaliar é a densidade nutricional do alimento. Ele me fornece os nutrientes dos quais preciso pra viver ou só me oferece calorias vazias e cheias de conservantes, mesmo que sejam poucas?
A lista de ingredientes os mostra em ordem decrescente de quantidade. Ou seja, o primeiro item da lista de ingredientes é sempre o que está presente em maior quantidade, o segundo é o segundo presente em maior quantidade, e assim por diante.
Vamos avaliar o exemplo abaixo:

Informações retiradas do site da marca
Quer receber todas as receitas e novidades do nosso site? Clique aqui para se cadastrar!

O primeiro ingrediente, ou seja, o que está presente em maior quantidade é trigo integral: ok
O segundo ingrediente, ou seja, o que está presente em segundo lugar com relação a quantidade é arroz: =/
O terceiro é milho: =/
O quarto é açúcar: =/
Percebem que apesar de ser uma opção melhor quando comparada com outros biscoitos ainda não é uma boa opção? Apesar de ter mais trigo integral, não conseguimos saber se tem muito mais trigo integral que arroz, por exemplo, ou se arroz, milho e açúcar juntos superam a quantidade da farinha integral (o que é muito provável). Além disso, há xarope de glicose, péssima opção, além de estabilizantes etc.

Outro exemplo muito utilizado nas dietas:



O primeiro ingredientes é farinha branca (falaremos em outro post porque a farinha branca é tão ruim!), o quarto ingrediente é gordura vegetal (ruim também) e tem vários conservadores. Além disso, apesar de ter somente 91 kcal são 18 gramas de carboidrato contra 2,6 gramas de proteínas. Ou seja, apesar de ser "fit" conforme afirma a embalagem, há opções muito melhores. A crepioca seria um bom substituto, por exemplo.

Último ponto importante com relação aos rótulos: é melhor consumir alimentos que não os tenham! Mas no caso de ter, procure aqueles com a menor quantidade de ingredientes possível e com nomes que sua avó reconheceria =)

E para uma dieta equilibrada e adequada para a sua realidade, procure SEMPRE um nutricionista. Somente eles podem prescrever dietas.

Gostaram? Curtam nossa página no facebook, nos sigam no instagram e convidem seus amigos. Até a próxima!

Para ver mais sobre alimentação, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre exercícios físicos, clique aqui.
Para ver nossas matérias sobre procedimentos estéticos e fisioterapia, clique aqui.
Para conhecer nossas receitas saudáveis, clique aqui.

Ao longo do meu processo de reeducação alimentar, quando perdi mais de 18kg, aprendi que organização é essencial para o sucesso! Reuni 10 dicas infalíveis de organização e planejamento em um e-book para ajudar quem quer seguir o mesmo caminho. Para baixar, clique aqui:http://eepurl.com/bN_OUv
É grátis! =)

0 comentários:

Postar um comentário